thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 28 de julho de 2013
  • • 16:00
  • • Pacaembu, São Paulo, São Paulo
  • Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira Do Amaral
  • • Público total: 33336
0
TF
0

Corinthians 0 x 0 São Paulo: em jogo morno, rivais não saem do empate no Majestoso

Partida movimentada no segundo tempo, mas sem grandes chances, termina sem gols

Na teoria, o Corinthians era franco favorito para o clássico com o São Paulo neste domingo, válido pelo Brasileirão. Mas não foi o que aconteceu. Os visitantes do Morumbi conseguiram segurar o anfitrião no Pacaembu e a partida, válida pela nona rodada, terminou sem gols.

A iniciativa foi mais forte do lado alvinegro da rivalidade nos primeiros minutos de partida. Com uma marcação forte, o Corinthians complicou a vida do 'renovado' São Paulo, que mandava a campo algumas novidades para tentar mudar a maré ruim que se instalou sobre a equipe. Logo aos três minutos, Guilherme apanhou sobra na entrada da área e bateu colocado para boa defesa de Rogério Ceni.

Sheik, em impedimento, ainda mandou uma bola na trave aos treze minutos, após cobrança de falta de Fábio Santos, evidenciando os apuros que o São Paulo passava para segurar seu rival. Depois, porém, o time de Paulo Autuori encaixou a marcação, equilibrou as ações e passou a frequentar mais o campo de ataque.

Mas era o Timão que continuava acertando mais, e teve a melhor chance dos primeiros 45 minutos, quando Romadinho entrou tabelando na área com Edenílson e bateu cruzado, mandando a bola muito perto da trave. Os visitantes até tiveram uma boa oportunidade em contragolpe iniciado por Jadson, mas Osvaldo demorou demais e acabou desarmado por Ralf aos 32 minutos.

No segundo tempo, o Tricolor voltou mais organizado, dando mais trabalho ao Timão. Fabrício arriscou de longe aos três minutos e passou perto, antes que Ademílson recebesse livre na direita e chutasse para a primeira grande intervenção de Cássio no encontro.

Tite mandou Renato Augusto e Pato a campo, e o Corinthians ganhou a mobilidade que lhe faltou durante o primeiro tempo. Em um dos primeiros lances da dupla, o meia lançou o atacante, que disparou nas costas da defesa e finalizou cruzado, sem equilíbrio, para fora. Ele ainda teria mais duas chances, ambas de cabeça, ao longo dos trinta minutos, mas a bola acabou em Ceni, ou saindo pela linha de fundo.

Até o final da partida, os dois times ameaçaram com algumas chegadas, mas não conseguiram criar situações reais que evitassem o placar zerado ao apito final de Rodrigo do Amaral.

Relacionados