thumbnail Olá,
Ao Vivo

Amistoso

  • 11 de outubro de 2012
  • • 15:30
  • • Swedbank Stadion, Malmö
  • Árbitro: M. Hansson
  • • Público total: 14147
6
TF
0

Brasil 6 x 0 Iraque: na volta de Kaká, Seleção faz a lição e goleia na Suécia

Brasil 6 x 0 Iraque: na volta de Kaká, Seleção faz a lição e goleia na Suécia

Getty

Meia marcou em dia que teve gols de Oscar, Hulk, Neymar e Lucas

É difícil tirar conclusões da Seleção brasileira, tendo em vista a qualidade dos adversários que ela tem enfrentado nos últimos meses. Mas isso não significa que ela não traga boas novas. Como a volta do meia Kaká, que mostrou disposição e até deixou o seu na goleada por 6 a 0 sobre o Iraque na tarde desta quinta-feira em Malmö, na Suécia. Oscar, duas vezes, Neymar, Hulk e Lucas completaram o escore.

Na próxima terça-feira, dia 16, o Brasil volta a campo contra o Japão, jogando na Polônia.

No ritmo de Oscar, na vontade de Kaká

Posse de bola e marcação sob pressão foram os dois elementos que garantiram o domínio brasileiro sobre um adversário mais frágil tecnicamente. As chances de gol foram aparecendo ao natural: Paulinho cabeceou por cima do gol após cruzamento de Marcelo, aos cinco minutos, enquanto Kaká mostrou que voltava com tudo no lance seguinte, forçando Sabri à primeira boa defesa da partida com um cabeceio forte no meio do gol.

Os iraquianos tentavam sair nos contragolpes, mas a marcação forte do meio para trás parecia ser a única saída que a equipe de Zico tinha para frear a Seleção. O que deu certo até a metade inicial do primeiro tempo, quando o Brasil teve dificuldades para encontrar espaços e agredir seu adversário.

A partir de então, a Seleção relaxou um pouco na marcação a fim de tirar o adversário de trás e ter mais espaços para o contragolpe. Deu certo, e o gol surgiu aos 22 minutos. Neymar puxou contra-ataque pela esquerda e fechou para o meio, colocando Oscar na cara do gol; o meia do Chelsea finalizou com calma e, enfim, balançou as redes. Paulinho quase ampliou na sequência, surgindo de trás e finalizando cruzado, rente à trave, aproveitando lance mal afastado pela defesa iraquiana.

Em mais um lance parecido, veio o segundo gol. Kaká recebeu na ponta esquerda, levou para o fundo e rolou para Oscar, com o gol aberto, ampliar o escore. Até o final da primeira etapa, Kaká, David Luiz e Paulinho quase ampliaram, mas ora paravam no goleiro Sabri, ora no travessão

Completando o serviço

O intervalo influcienciou em nada na atitude das duas equipes para o segundo tempo. Logo no primeiro minuto, Adriano cruzou e Oscar cabeceou com perigo, forçando Sabri a mais uma boa defesa. Aos três minutos, o sinal tão esperado da volta de Kaká à Seleção. O meia puxou contragolpe pelo meio, invadiu a área e finalizou forte, com o pé esquerdo, ampliando o escore para 3 a 0.

Os minutos seguintes mostrariam bem a superioridade brasileira no confronto. David Luiz aproveitou a fragilidade do adversário e partiu em jogada individual no ataque, finalizando com perigo na entrada da área, e Sabri evitaria novo gol de Oscar, aos 10 minutos.

Outro jogador de boa atuação, Hulk marcou o quarto gol aos 11 minutos, invadindo a área em jogada pessoal, trazendo para o pé esquerdo e mandando a bola com força para o fundo das redes. O Iraque chegou perto de descontar em seguida, com Mahmoud, mas Thiago Silva fez um bloqueio crucial na finalização do iraniano e conseguiu salvar a pátria de Diego Alves.

Nos quinze minutos finais, sobrou tempo para o Brasil colocar mais dois no escore final. Primeiro com Neymar, batendo colocado no canto da área, e depois com Lucas, em chute rasteiro que sequer enfretou a resistência do goleiro iraquiano.
      

Relacionados