thumbnail Olá,
Ao Vivo

Sul-Americano Sub20

  • 18 de janeiro de 2013
  • • 21:00
  • • Estadio San Juan del Bicentenario, San Juan, Provincia de San Juan
  • Árbitro: J. Carlos Loustau
0
TF
2

Brasil 0 x 2 Peru: Seleção dá novo vexame e está fora do Sul-Americano Sub-20

Brasil 0 x 2 Peru: Seleção dá novo vexame e está fora do Sul-Americano Sub-20

Getty Images

Com fraca atuação, time de Émerson Ávila fica fora da fase final e não poderá disputar lugar no Mundial de 2013

A geração 2013 não mostrou as caras neste Campeonato Sul-Americano Sub-20. Com mais uma atuação decepcionante, o Brasil foi facilmente batido pelo Peru pelo placar de 2 a 0 e está eliminado da competição, perdendo chance de buscar a classificação para o Mundial da categoria, no meio do ano. Reyna e Flores garantiram um grande resultado para o futebol peruano.

O Peru chega à fase final, ao lado de Chile, Colômbia, Paraguai, Uruguai e Equador. A disputa inicia no domingo, dia 20, em Mendoza.

Impressão ruim desde o início

Nem mesmo a necessidade do resultado positivo conseguiu inspirar os comandados de Émerson Ávila, o que ficou claro nos primeiros movimentos da partida. Os erros da defesa foram o principal destaque negativo da Seleção: aos 9 minutos, Misael errou feio na saída de jogo e abriu caminho para Gomez roubar a bola, invadir a área e chutar muito mal. Em seguida, Flores apareceu no mano-a-mano com Luan após uma bola chutada de muito longe e chutou em cima de Gustavo.

Do lado brasileiro, as dificuldades eram enormes quando a bola precisou ser trabalhada. Tanto que o melhor lance aconteceu apenas aos 11 minutos, em chute de Felipe Anderson que passou rente à trave direita do goleiro Gomes. De resto, as bolas longas de Mansur e Igor Julião facilitavam a vida dos peruanos, que saíam jogando com a tranquilidade que faltou ao Brasil.

O crescente volume de jogo do adversário andino acabou sendo recompensado com um gol aos 24 minutos, ainda que tenha surgido de um lance duvidoso. Em nova bola longa que pegou a defesa verde-e-amarela de surpresa, Reyna saiu sozinho na cara do gol e teve todo o tempo para escolher o canto e abrir o marcador, apesar das reclamações de impedimento.

Atitude renovada, futebol antigo

Depois de encerrar o primeiro tempo de forma inexpressiva, Émerson Ávila apostou nas entradas de Adryan e Mattheus para correr atrás do resultado. Logo nos primeiros movimentos, as substituições, aliada à nova atitude mais agressiva da equipe, acenderam o alerta no selecionado peruano: em duas oportunidades, Adryan apareceu em condições e finalizou com algum perigo, algo que não havia ocorrido durante os primeiros 45 minutos.

No entanto, a motivação por si só não era suficiente para afirmar a melhora da Seleção na partida: os garotos continuaram mostrando sérios problemas coletivo, e a zaga, dando sustos em sequência. O adversário, porém, preferiu se fechar atrás e tentar aproveitar chances isoladas: em boa troca de passes pelo lado direito, Benaventes entortou a marcação, invadiu a área e mandou na trave de Gustavo.

A falta de organização ajudou o Peru a ganhar tempo, e também motivou o adversário a ir à frente. Seguidas foram as vezes que o substituto Deza infernizou a marcação verde-e-amarela, até que conseguisse selar a classificação peruana e o vexame tupiniquim: nos acréscimos, o atacante mandou bola no travessão e o goleiro Gustavo, muito mal no lance, nem viu a bola sobrar para Flores empurrar para as redes e definir os 2 a 0.

Relacionados