thumbnail Olá,
Ao Vivo

Bundesliga

  • 23 de fevereiro de 2013
  • • 11:30
  • • Allianz-Arena, München
  • Árbitro: M. Fritz
  • • Público total: 71000
6
TF
1

Bayern Munique 6 x 1 W. Bremen: líderes da Bundesliga atropelam e seguem 100% em 2013

Bayern Munique 6 x 1 W. Bremen: líderes da Bundesliga atropelam e seguem 100% em 2013

Getty

Donos da casa atropelam Werder Bremen e continuam sem perder desde o início do ano.

Por Emanoel Ferreira

O Bayern de Munique tem sido uma das maiores sensações do futebol europeu. Na Inglaterra, o Manchester faz grande campanha, na Itália, a Juventus segue líder e, na Espanha, o Barcelona parece inalcançável, mas nenhum deles assusta tanto os adversários nacionais como os gigantes de Munique.

Invicto em 2013, tendo sofrido apenas um único gol no ano (contra o Arsenal, na vitória por 3-1, no Emirates Stadium, em jogo válido pela Liga dos Campeões), os líderes da Bundesliga receberam na Allianz-Arena, neste sábado, às 11:30 (horário de Brasília), o Werder Bremen, e aplicaram uma senhora goleada: 6-1, com gols de Robben, aos 25’ do primeiro tempo, Martínez, aos 29’, Selassie, contra, ao 4’ do segundo tempo, Mario Gomez, aos 6’, Ribéry, aos 41’, e Mário Gomez, no apagar das luzes, aos 44’ do segundo tempo. O Bremen descontou aos 12' do segundo tempo, com De Bruyne.

Primeiro Tempo

A proposta do Werder Bremen, desde o princípio, era se fechar e esperar o Bayern de Munique agir. Talvez seja a maneira mais sensata de frequentar a Allianz-Arena, mas a realidade é que o combinado no vestiário simplesmente não foi posto em prática com o sucesso pretendido. Muito mal organizado nas tentativas de anular as principais peças de um Bayern de Munique desfalcado de Schweinsteiger e Tomas Müller, por exemplo, mas com Ribéry e Robben em plena inspiração, três sequências de dois “gols relâmpago” cada uma decretaram uma derrota humilhante diante do líder da Bundesliga.

É possível que muitos torcedores do Bayern esperassem um time mais recatado, menos ávido pelos gols, principalmente para se preservar. Na próxima quarta-feira, a equipe de Munique enfrenta o Borussia Dortmund, pelas quartas de fina da Copa da Alemanha. Apesar disso, os vermelhos aparentemente acharam o jogo fácil demais para desperdiçar alguns lances. E foi assim que, de dois em dois, com tentos relâmpagos em meio uma partida completamente dominada pelos donos da casa, o Bayern construiu um incrível 6-1 no placar.

Tudo começou com o holandês Arjen Robben, aos 25’ do primeiro tempo. Depois de receber cruzamento da direita, ele correu mais que Ribéry e tocou por último, praticamente sob a trave, para abrir o marcador. Bayern 1-0. Quatro minutos depois, aos 29’, Robben cobrou falta na medida para Martínez cabecear e tirar do arqueiro de Bremen. Nova explosão nas arquibancadas. Bayern 2-0.

Aos 44’ do primeiro tempo, depois de falta dura na meia-lua, em chance clara de gol de Mario Gomez, Sebastian Prödl recebeu vermelho e fez a torcida do Werder Bremen vislumbrar que o pior ainda estava por vir.

Segundo tempo

Bayern atropela Werder Bremen: 6-1.

Aos 4’ do segundo tempo, o primeiro tento de uma nova “dupla” de gols relâmpagos. Depois de cruzamento de Mario Gomez, Selassie se atrapalhou na pequena área e acabou mandando contra o próprio patrimônio. Bayern 3-0.

Três minutos depois, aos 7’ minutos da etapa complementar, Ribéry fez belo cruzamento para Super Mario (Gomez) ampliar e decretar a goleada: Bayern 4-0.

Daí em diante, o Bayern de Munique parecia treinar na Allianz-Arena. Mesmo tão atrás no placar, o Bremen continuava tímido, num recuo completamente ineficiente.

O gol de honra do Werder Bremen saiu aos 12’ do segundo tempo. De Bruyne aproveitou desatenção da zaga de Munique e, completamente sozinho, na trave esquerda, recebeu a redonda e tirou de Manuel Neuer. Bayern 4-1 W. Bremen.

O Bayern de Munique acordou imediatamente do seu cochilo e voltou a pressionar os visitantes. Percebendo o perigo, os rivais passaram a tentar tomar a bola com um pouco mais de rispidez. Aos 23’ do segundo tempo, Mateo Pavlovic recebeu amarelo após derrubar Robben, que aproveitou para rolar pelo gramado parecendo sentir muitas dores. Um minuto depois já estava de pé, reclamando para si a cobrança da falta.

Aos 28’ minutos, em falta no estilo “escanteio de mangas curtas”, Robben cobrou direto, em curva, e fez a torcida na Allianz-Arena exclamar um sonoro “uuuuhh”. A bola passou muito perto do gol.

Aos 41’ minutos, não teve jeito: o Bayern deu início a novo combinado de “gols relâmpago”. Franck Ribéry recebeu ótimo cruzamento de Phillipe Lahm e chapou para o gol, sem a menor chance de defesa para o goleiro Mielitz. Três minutos depois, aos 44’, Mario Gomez recebeu cruzamento semelhante, dessa vez de Robben, e bateu para definir a goleada histórica: Bayern de Munique 6-1 Werder Bremen.

Com a vitória, o time de Munique continua líder invicto em 2013, tendo sofrido apenas 2 gols até aqui.

 

Relacionados