thumbnail Olá,
Ao Vivo

Bundesliga

  • 14 de dezembro de 2012
  • • 17:30
  • • Allianz-Arena, München
  • Árbitro: T. Welz
  • • Público total: 71000
1
TF
1

Borussia M'gladbach frustra Bayern e segura empate na Allianz Arena

Borussia M'gladbach frustra Bayern e segura empate na Allianz Arena

Bongarts

Visitantes saem na frente, permitem empate mas seguram a pressão e impedem quebra de recorde

Os três pontos na partida desta sexta, que abriu a última rodada do Campeonato Alemão antes da pausa de inverno, não eram o único objetivo do líder Bayern de Munique, que enfrentou o Borussia Monchengladbach na Allianz Arena. Uma vitória valeria também a superação de um recorde: a maior diferença entre o primeiro e o segundo colocado na história do torneio nacional antes da pausa.

Apesar da vantagem se manter larga, o time teve suas pretensões frustradas por um visitante determinado que acabou frustrando as expectativas bávaras ao segurar um empate em 1 a 1.


Primeiro tempo

O jogo começou com o Bayern tomando conta das ações. A equipe da casa saiu ao ataque, explorando especialmente a velocidade de Ribéry na ponta esquerda. Passados os primeiros minutos de pressão, o Borussia conseguiu equilibrar o jogo ao acertar sua defesa e bloquear com eficácia as investidas bávaras.

A partir daí, os contra-ataques do visitante foram as jogadas de maior perigo no jogo. Em uma destas subidas, pegando a defesa bávara mal posicionada, uma bola levantada por Marx acabou batendo no braço de Boateng. O juiz não teve nem dúvida: apontou para a marca da cal e deu o pênalti, mesmo sob os imensos protestos dos jogadores e da torcida da casa. Marx cobrou com muita categoria e colocou o Monchengladbach na frente.

O Bayern pareceu sentir o golpe e deu ainda mais espaços para as jogadas em velocidade do adversário. Toni Kroos, particularmente, não teve uma boa primeira etapa. O Borussia teve algumas oportunidades de fazer o segundo - na mais clara delas, Neuer saiu do gol atabalhoadamente e deu espaço para Arango chutar. Por sorte, Dante estava atento e conseguiu evitar o gol quase em cima da linha.


Segundo tempo

Como era de se esperar, os bávaros voltaram para a segunda etapa decididos a correr atrás do prejuízo. A pressão foi enorme desde o apito inicial, com o Monchengladbach se postando atrás na defesa, sempre muito bem organizada, e esperando uma chance de contra atacar - coisa que aconteceu muito pouco e sem maiores complicações. Neuer não fez nenhuma defesa sequer durante toda a etapa final da partida.

Já ter Stegen, por outro lado, teve momentos de salvador. Logo aos 3 minutos, Schweinsteiger pegou sobra de bola de Müller e bateu à queima-roupa, mas, atento, o jovem goleiro fez a defesa. Aos 14, contudo, não houve nada que ele pudesse fazer.

A defesa do Borussia saiu jogando mal e Shaqiri, que entrou ainda no primeiro tempo, substituindo Javi Martinez, machucado, roubou a bola e bateu cruzado sem chances de defesa. O empate do Bayern!

Animado, o time da casa foi para cima, buscando a virada na base do abafa. Cigerci cometeu uma série de faltas na entrada sua grande área, dando oportunidades ao adversário do segundo gol na bola parada. Schweinsteiger, Shaqiri, Kroos e Alaba tentaram, mas nenhum estava com o chute calibrado nesta noite de sexta-feira.

Aos 26 minutos, Ribéry pegou a sobra de uma cobrança de escanteio de fora da área e chutou. A bola foi no canto baixo esquerdo de ter Stegen, que, em grande noite, caiu e rebateu com classe para o lado.

Na única vez em que o goleiro deu mole para os bávaros, saindo mal do gol para socar uma bola, Ribéry ficou com a sobra e teve a chance de virar, mas acabou mandando para fora. Fim de jogo, e 1 a 1 no placar.

Com o resultado, o Bayern entra no intervalo de inverno com 42 pontos, ainda 12 à frente do segundo colocado, Bayer Leverkusen.

Já o Borussia Monchengladbach chegou aos 25 pontos, subindo para a sexta colocação, e torce por tropeços de Stuttgart, Hamburgo, Freiburg, Hannover e Mainz para passar o inverno com a vaga na Liga Europa.

O Campeonato Alemão volta no dia 19 de janeiro de 2013.

Relacionados