thumbnail Olá,
Ao Vivo

Copa Bridgestone Sul-Americana

  • 26 de setembro de 2012
  • • 22:00
  • • Estádio Monumental Isidro Romero Carbo (El Monumental - El Templo), Guayaquil
  • Árbitro: G. Buckley
0
TF
1

Barcelona (EQU) 0 x 1 Grêmio: Tricolor é pressionado o jogo inteiro, mas consegue vitória na raça

Barcelona (EQU) 0 x 1 Grêmio: Tricolor é pressionado o jogo inteiro, mas consegue vitória na raça

Getty Images

A equipe brasileira ainda perdeu Tony, por expulsão, no começo da segunda etapa

O Grêmio teve que sofrer muito para conseguir a vitória por 1 a 0 sobre o Barcelona (EQU). A equipe sofreu pressão o jogo inteiro, mas contou com bom jogo de Marcelo Grohe e boa partida de Elano. A equipe sai na frente e fica perto da vaga nas quartas de final.

A partida de volta entre Grêmio e Barcelona de Guayaquil acontece dia 24 de outubro, no Estádio Olímpico. O vencedor do confronto encara o Palmeiras ou o Millonarios da Colômbia.

Pressão do Barcelona e gol no fim


A primeira etapa começou com o Barcelona de Guayaquil partindo para cima. O time apostava nas chegadas de Oyola e Arroyo. O Grêmio teve muitas dificuldades em segurar a bola no ataque e ficava restrito a chutões e algumas subidas de Tony pela lateral direita.

Aos 13 minutos, Werley e Vilson vacilaram na saída e deixaram Mina na cara do gol. O atacante tentou o gol e acabou parando em boa defesa de Marcelo Grohe. Três minutos depois, Kleber arriscou de longe e quase abriu o placar.

Aos 29 minutos, Arroyo cobrou falta com força e viu a bola passar raspando no travessão. Aos 36 minutos, Grohe salvou mais uma. Oyola arriscou chute de fora da área e o goleiro do Grêmio teve que se esticar todo para salvar.

O Barcelona continuava melhor e o Grêmio passava sufoco e quase levou um gol no final. Aos 42 minutos, Campos cabeceou bola cruzada e carimbou o travessão. Porém, Elano acabou brilhando no último minuto da primeira etapa. O meia cruzou na medida para Werley cabecear sem marcação e abrir o placar. Apesar de passar sufoco, o Tricolor saiu vencendo na primeira etapa.

Tony é expulso e mais pressão equatoriana

A etapa final foi de um time só. O Barcelona tomou conta do campo e começou a busca pelo gol de empate. Porém, a equipe era muito pouco criativa e se limitava a cruzar bola nas áreas. A zaga gremista tinha postura quase perfeita, porém quase que Anderson Pico fez gol contra, em bola cruzada na área.

Porém, a situação se complicou quando Tony fez falta no meio, levou o segundo amarelo e foi expulso da partida. E minutos depois, Arroyo cruzou na área e Ferreyra, que tinha acabado de entrar, dominou na cara do gol e acabou chutando para fora.

Aos 71, Oyola fez boa jogada pela esquerda, cruzou rasteiro e quase que Mina e Arroyos completaram de carrinho. Seis minutos depois, Campos arriscou de longe e Marcelo Grohe defendeu mais uma vez. O Barcelona tentou pressionar e quase marcou com Ayoví, mas em vão e o Grêmio conseguiu importante vitória.



Relacionados