thumbnail Olá,
Ao Vivo

Campeonato Brasileiro

  • 10 de outubro de 2012
  • • 19:30
  • • Pituaçu, Salvador de Bahia, Bahia
  • Árbitro: Raphael Claus
  • • Público total: 21993
0
TF
2

Bahia 0 x 2 Fluminense: líder supera pressão baiana e vence mais uma

Bahia 0 x 2 Fluminense: líder supera pressão baiana e vence mais uma

Nelson Perez/Fluminense. F.C

Bahia coleciona chances, mas Tricolor carioca é mais decisivo e comemora mais um triunfo no Brasileirão

Vai ficando cada vez mais difícil imaginar que o título brasileiro não fique em mãos tricolores. Em partida difícil diante de um embalado Bahia, a equipe de melhor retrospecto no returno do Brasileirão, os cariocas suportaram a pressão do time baiano no Pituaçu e venceram por 2 a 0, gols de Bruno Vieira e Rafael Sóbis.

O Flu chegou aos 65 pontos na competição e, ao menos temporariamente, fica com oito a mais que o vice Atlético. O Bahia tem os mesmos 35 pontos, ocupa a 15ª colocação e continua a oito da zona do rebaixamento.

Os dois times voltam à ativa no domingo: o Bahia encara o Coritiba no Couto Pereira, às 16h, enquanto o Fluminense recebe a Ponte Preta às 18h30m, no São Januário.

O Tricolor de Aço mostra sua força

O encontro de dois dos melhores times no momento começou favorável ao time da casa, que não tomou conhecimento do líder do Brasileirão e deu as cartas. Aos sete minutos, Jussandro recebe lançamento na área e, com muito tempo, acabou chutando para fora. No lance seguinte, Gabriel bateu cruzado e forçou Cavalieri a trabalhar pela primeira vez.

Apesar de correr muitos riscos devido ao ímpeto de seu aniversário, o Fluminense conseguiu se segurar e já equilibrava as ações no Pituaçu. Mas o Bahia sabia ser mais incisivo: Neto cobrou falta frontal aos 18 minutos e acertou a junção das traves. O panorama seguiu o mesmo ao longo dos 30 minutos, quando Cavalieri salvou o Flu em duas oportunidades, ambas com Gabriel finalizando na entrada da área.

O trunfo dos cariocas estava na instabilidade emocional de seu adversário, que exagerava nas faltas e nos cartões amarelos, proporcionando chances de ataque à equipe visitante. Que só chegou uma vez com mais perigo durante os primeiros 45 minutos. No final do primeiro tempo, Fred recebeu cruzamento pelo alto e ajeitou na medida para Wellington Nem, que não conseguiu alcançar a bola.

Cara de campeão?

Quase como uma afirmação do panorama da primeira etapa, a segunda começou com o time da casa em alta e forçando o ataque sobre os cariocas. Logo no primeiro minuto, Zé Roberto recebeu na área e bateu cruzado para mais uma defesa de Cavalieri. Quatro minutos mais tarde, um lance polêmico: Lulinha recebeu passe nas costas da defesa, invadiu a área e mandou para o fundo do gol, mas o lance foi mal anulado por um impedimento inexistente do meia.

A partir daí o Flu entrou novamente no jogo e equilibrou as ações. Aos seis, Wellington Nem entrou em velocidade nas costas da defesa, chegou a driblar Marcelo Lomba mas acabou demorando demais e perdendo a chance de abrir o marcador. O que iria ocorrer minutos mais tarde, em um belíssimo gol do lateral Bruno: ele recebeu lançamento na ponta direita e driblou em direção à área, com direito a um lençol em Jussandro e uma meia-lua em Titi antes de chutar por baixo de Lomba e encontrar as redes.

A vantagem foi o suficiente para que o líder do Brasileirão se estabelecesse definitivamente no domínio da partida, e o segundo gol acabou surgindo naturalmente. Carlinhos fez jogada pessoal pelo lado esquerdo e levantou na área. Fred dividiu com a defesa pelo alto e a bola sobrou com Sóbis, que matou no peito e fuzilou de canhota para garantir mais três pontos para o Flu.
       

Relacionados