thumbnail Olá,
Ao Vivo

DFB Pokal

  • 18 de dezembro de 2012
  • • 17:30
  • • SGL arena, Augsburg
  • Árbitro: T. Kinnhöfer
  • • Público total: 30660
0
TF
2

Augsburg 0 x 2 Bayern de Munique: Vermelhos vão em frente na Copa da Alemanha

Augsburg 0 x 2 Bayern de Munique: Vermelhos vão em frente na Copa da Alemanha

bongarts

Ribery foi expulso no segundo tempo de partida, mas Gomez e Shaqiri garantiram a classificação

Mesmo passando alguma dificuldade, o Bayern de Munique produziu o suficiente para despachar o Augsburg por 2 a 0 e se classificar às quartas-de-final da Copa da Alemanha. No SGL Arena, Gomez e Shaqiri anotaram os gols da vitória vermelha, naquele que foi o último compromisso das duas equipes em 2012: a Bundesliga e a Copa entram em recesso até a metade de janeiro.

Talento resolve partida equilibrada

O início equilibrado do duelo escondeu a tímida superioridade do time da casa, que conseguia ter a bola por mais tempo, neutralizava seu adversário e ainda criar chances. Aos 7 minutos, Molders recebeu na entrada da área após rápida troca de passes e bateu rasteiro para defesa de Neuer. O goleiro bávaro deu sorte e viu a bola tocar na trave antes de sair pela linha de fundo.

Em ritmo lento, o Bayern não tinha pressas para atacar, e só foi levar algum perigo aos 12, em chute de média distância de Schweinsteiger. Uma descida de Baier na sequência por muito pouco não abriu o placar: o ala cruzou da direita e viu três jogadores chegarem atrasados para a conclusão dentro da grande área dos vermelhos.

Foi aí que o talento dos gigantes de Munique começou a fazer a diferença. Shaqiri fez jogada pessoal pela direita, puxou para o meio e serviu Ribery na área. O francês cortou para a linha de fundo e mandou para o grandalhão Gomez chegar antes da defesa e desviar para o fundo do gol.

O contragolpe passou a ser a principal arma do Bayern, que aproveitava cada erro de ataque do Augsburg para partir em alta velocidade e criar situações de gol. O que não significa, porém, que o time anfitrião fora completamente envolvido: por duas vezes Neuer teve que fazer intervenções cruciais, impedindo o empate em finalizações de Molders e Werner dentro da área.

No fim do primeiro tempo, o ucraniano Tymoschuk arriscou de longe e acertou o travessão, antes de Manniger fazer um milagre em desvio de Klavan contra o próprio patrimônio.

Complicou? Nem tanto

Significamente melhor no final da primeira etapa, o Bayern levou um susto nos minutos iniciais após o intervalo. Ribery acertou o coreano Koo por trás, deu início a uma discussão e acabou expulso pelo árbitro da partida. E poderia ter ficado ainda pior, se Thorsten Kinnhofer tivesse marcado o pênalti de Dante, que colocou o braço na bola ao tentar afastá-la após uma cobrança de falta pelo lado esquerdo.

Para não recuar demais, e não sofrer com a desvantagem numérica, os vermelhos passaram a atacar e defender em bloco, o que dificultou a vida do time da casa. Sem a mesma facilidade para penetrar na defesa, o Augsburg ainda perdeu ótima chance, quando Koo recebeu cruzamento livre na área, dominou mal e permitiu a saída crucial de Neuer.

Já na reta final da partida, Mandzukic perdeu chance cara-a-cara com Manninger, praticamente a primeira defesa do goleiro em todo o duelo. Mas talento faz mesmo a diferença. Muller, que havia entrado no decorrer do segundo tempo, aproveitou um erro de julgamento de Callsen-Bracker no jogo aéreo, avançou pela esquerda e mandou para a área, onde Shaqiri apareceu para tirar do goleiro austríaco e selar a vitória do gigante de Munique.

Relacionados