thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 27 de julho de 2011
  • • 19:35
  • • Lamegão, Ipatinga, Minas Gerais
  • Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
  • • Público total: 16100
1
TF
0

Com gol de André, Atlético-MG derrota o Fluminense

Com gol de André, Atlético-MG derrota o Fluminense

Em sua estreia, atacante sai do banco para garantir a vitória do Galo no Ipatingão, afastando o time da zona da degola

O Atlético-MG vinha para a partida desta quarta-feira, contra o Fluminense, com duas derrotas consecutivas debaixo do baixo. Porém, tinha uma carta na manga, ou melhor, no banco, para garantir a vitória no Ipatingão: André. O atacante saiu da reserva na etapa final e fez o gol do triunfo alvinegro, por 1 a 0.

O Galo entrou em campo pressionado. Já o Tricolor, empolgado. Com motivações distintas, as equipes se equilibraram e permitiram poucas chances de gol. Talvez pelo "encaixe" das peças, já que o time mineiro tinha um volante (Richarlyson, Dudu Cearense e Toró) para cada armador do carioca (Souza, Deco e Marquinho).

E foi assim durante toda a brigada etapa inicial. O Atlético, mais recuado, apertava a marcação em sua intermediária e, caso conseguisse roubada, partia em disparada. O Flu tentava trabalhar mais a bola, ora pelo meio, ora pelas laterais. Porém, a avalanche de passes errados e faltas duras, principalmente as tricolores, minaram qualquer chance de bom futebol em Ipatinga.

André marca em sua estreia

Após voltar dos vestiários, o Atlético trocou de campo. E também de postura. A equipe mineira veio com tudo para os 45 minutos finais, adiantando a marcação e sendo mais incisivo, principalmente com Magno Alves e Patric. O resultado disso foi que o Fluminense foi sendo cada vez mais acuado com o passar dos minutos.

Preocupado, o técnico Abel Braga fez duas alterações, que mudaram o estilo de jogo do time: colocou Fernando Bob, para agilizar a saída de bola, e Rafael Sobis, para fazer companhia ao até então isolado Fred - que perdeu chance incrível no começo da etapa final.

O Galo pressionava, mas precisava de algo a mais para abrir o placar. Precisava de estrela. Precisava de André. Após poucos minutos em campo, o atacante imendou de cabeça o rápido cruzamento de Magno Alves e pôs o Atlético na frente, logo em sua estreia.

Por mais estranho que possa parecer, o Fluminense melhorou após o gol sofrido e foi com tudo para cima do adversário. Porém, os jogadores se revezaram em chutar para longe as oportunidades de gol - tônica do Tricolor neste Campeonato Brasileiro -, e o empate foi isolado para as arquibancadas do Ipatingão.

Com o resultado, o Fluminense segue sua sina de não conseguir emplacar uma série de vitórias na competição. Já o Atlético-MG consegue respirar um pouco mais e se afastar da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Estádio João Lamego, o Ipatingão, em Ipatinga (MG)
Data/hora: 27/7/2001 - 19h30 (em Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Renda/Público: R$ 73.990,00 / 16.100 pagantes
Cartões Amarelos: Deco (FLU), Diguinho (FLU), Marquinho (FLU), Dudu Cearense (CAM), Wesley (CAM), Toró (CAM)
Cartões Vermelhos: Nenhum
Gols: André, 30'/2ºT (1-0)

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Patric, Werley, Lima e Guilherme Santos (Wesley, intervalo); Richarlyson, Toró, Dudu Cearense (Luiz Eduardo, 44'/2ºT) e Caio; Magno Alves e Jonatas Obina (André, 22'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Rafael Moura, 32'/2ºT), Souza (Rafael Sobis, 21'/2ºT), Deco (Fernando Bob, intervalo) e Marquinho; Fred. Técnico: Abel Braga.

Relacionados