thumbnail Olá,
Ao Vivo

Campeonato Brasileiro

  • 13 de outubro de 2012
  • • 18:30
  • • Serra Dourada, Goiânia, Goiás
  • Árbitro: Luiz Flavio De Oliveira
  • • Público total: 1476
3
TF
1

Atlético-GO 3 x 1 Inter: Reação rubro-negra e pane colorada definem placar final no Serra Dourada

Atlético-GO 3 x 1 Inter: Reação rubro-negra e pane colorada definem placar final no Serra Dourada

Joelton Godoy/Atlético-GO

Equipe local venceu a primeira em cinco partidas e mantém chance remota de permanência

Poucos poderiam prever o placar final no Serra Dourada neste sábado. De qualquer maneira, o Atlético-GO conseguiu virar para cima do Inter após sair perdendo e levar a vitória por 3 a 1, a primeira em cinco partidas no Brasileirão. Fred (I), Adriano, Ricardo Bueno e Luciano (A) marcaram os gols da noite.

O resultado prejudica as ambições coloradas de chegar ao G-4, já que a equipe estaciona nos 45 pontos e pode ficar a oito do Vasco no término da rodada. Já o Dragão chega aos 23 e diminui para doze a diferença para o Bahia, primeiro não-rebaixado.

Primeiro ato sem surpresas

A partida começou bastante equilibrada no Serra Dourada. Aos oito minutos, Rafael Moura recebeu cruzamento e cabeceou com perigo, mas o lance acabou invalidade por impedimento. Na sequência, o argentino Bolatti errou na saída de jogo e entregou um presente para Filipe, que chutou e forçou Muriel a fazer boa defesa.

O rubro-negros chegaram a ter mais posse de bola em certos períodos, mas o Inter sabia como ser mais decisivo. Ygor curtiu uma de meia e deu um belo lançamento de trivela para Fred, que invadiu a área e bateu cruzado para inaugurar o marcador, aos 15 minutos. Não muito mais tarde, Jackson quase ampliou ao mandar um cabeceio na rede, pelo lado de fora, em cobrança de falta de Dátolo.

Até o término da primeira etapa, o volume de jogo continuou maior para o time da casa, que não conseguia criar e ainda tinha certa dificuldade em conter os avanços do Inter, especialmente com Cassiano. Aos 33 minutos, Dátolo cobrou escanteio fechado, Márcio saiu mal e Jackson, desequilibrado, acabou mandando para fora. Já nos minutos finais, Kléber cruzou na área e deixaria Moura em condições de marcar, mas o garoto Mahatma se atirou e fez um corte crucial.

Pane de um lado, reação de outro

O intervalo fez bem ao Atlético e mal ao Inter, já que o time da casa voltou muito melhor, empatando a partida logo aos dez minutos, com Adriano. O lateral carregou bola pelo meio, limpou a marcação e contou com dois desvios no meio do caminho para vencer Muriel e igualar a contagem.

A partir daí, só deu Dragão; primeiro com Filipe, aos 15 minutos, chutando de dentro da área com muito perigo. Ele mesmo arriscou da entrada da área nos minutos seguintes, parando mais uma vez no arqueiro colorado. A virada veio ao natural, com Ricardo Bueno, aparando cruzamento de Carlos e a lentidão da defesa colorada para fazer o rubro-negro renascer no Brasileiro.

Sem forças, o Inter ainda permitiria o terceiro gol com facilidade impressionante. Márcio cobrou tiro de meta, a defesa parou e sequer teve tempo de avistar Luciano, que invadiu a área com tranquilidade e tocou na saída de Muriel. No final, o lanterna do campeonato encerrou uma noite de gigante, com direito a 'olé' no Serra Dourada.
          

Relacionados