thumbnail Olá,
Ao Vivo

Liga dos Campeões da UEFA

  • 19 de fevereiro de 2013
  • • 16:45
  • • Emirates Stadium, London
  • Árbitro: S. Moen
  • • Público total: 59974
1
TF
3

Arsenal 1 x 3 Bayern: Alemães dão show em Londres e classificação fica muito bem encaminhada

Arsenal 1 x 3 Bayern: Alemães dão show em Londres e classificação fica muito bem encaminhada

Toni Kroos / Arsenal-Bayern

Com gols de Kroos, Müller e Mandzukic, Bayern não teve dificuldades para passar pelo Arsenal em Londres

Se a pressão sobre Arsene Wenger já era grande antes do jogo, agora então é que o treinador não vai parar de ouvir. O Bayern não tomou conhecimento do dono da casa no duelo desta terça-feira, válido pelo primeiro jogo das oitavas-de-final da Liga dos Campeões. Com gols de Toni Kroos e Thomas Müller no primeiro tempo, e Mandzukic no segundo, os bávaros fizeram 3 a 1 no Arsenal. Lukas Podolski descontou para os Gunners.

O Arsenal começou criando dificuldades para a defesa alemã, apostando na velocidade dos seus pontas. Com Wilshere distribuindo bem as jogadas, Cazorla e Walcott chegaram pela direita aos 2 e 5 minutos do primeiro tempo, rolando para o meio da pequena área. Sem um atacante de referência, a boa defesa alemã - que ainda não havia sofrido gols em 2013 - não teve muitos problemas em afastar o perigo. Foram os únicos bons ataques dos Gunners em todo o primeiro tempo.

A partir daí, só deu Bayern. Em 20 minutos, os alemães deram um verdadeiro baile nos Gunners e abriram 2 a 0 de vantagem. O primeiro gol saiu logo aos 7 minutos. Toni Kroos pegou de primeira num lindo voleio, sem chance nenhuma para o goleiro Szczesny, para abrir o placar. Era apenas o prenúncio de 45 minutos de domínio dos visitantes. Perdido em campo, o Arsenal não conseguia impedir a eficiente troca de passes do Bayern, que rodava a bola e sempre conseguia encontrar espaços. Se, de um lado, Van Buyten, Lahm e Dante faziam uma grande apresentação, do outro, Vermaelen, Mertesacker e Koscielny se enrolavam e deixavam buracos muito bem explorados por Kroos, Schweinsteiger e Lahm.

Aos 21, Toni Kroos cobrou escanteio na primeira trave, onde Van Buyten desviou. Szczesny rebateu para frente, no pé de Thomas Müller, que não perdoou. O gol foi um banho de água fria no Arsenal, que ficou ainda mais desnorteado em campo e simplesmente não conseguia chegar ao gol adversário. O time passou o primeiro tempo inteiro sem nenhuma finalização no gol. Parecia que seria uma goleada bávara, mas o Bayern optou por pisar no frio e diminuir o ritmo. Mesmo com menos posse de bola, o panorama se manteve o mesmo, com o Bayern controlando friamente a partida. Quando o juiz encerrou o primeiro tempo, a torcida não perdoou: um sonoro coro de vaias tomou conta do Emirares Stadium.

Já na etapa final, o time da casa cresceu de produção. Ainda mais cauteloso, o Bayern convidou o Arsenal para jogar no seu campo de defesa, mas desta vez o time tentou aproveitar. Jogando com mais disposição, os Gunners não permitiram que o Bayern atacasse com o mesmo vigor de antes, mas não conseguiram criar oportunidades de gol até os 10 minutos. O juiz assinalou um escanteio erradamente depois de um chute de Wilshere desviar nas costas de Podolski e sair. Na cobrança, Neuer saiu errado e Podolski diminuiu. Foi o primeiro gol sofrido pelo Bayern em 2013.

O lance pareceu acordar os Gunners, que passaram a atacar com muito mais perigo. Aos 14, 23, 24 e 27 minutos, o Arsenal chegou com Wilshere, três vezes, e Giroud, que no seu primeiro lance na partida, teve ótima oportunidade para empatar.

Mas, como diz o ditado, quem não faz... Quando o adversário era melhor na partida, o Bayern deu mais uma provinha de porquê é líder isolado do Alemão e uma das equipes mais temidas na Europa. Contra-ataque muito bem orquestrado, Lahm lançou Mandzukic na frente. O croata matou no peito já ajeitando para Robben, que passou e tocou de volta para o atacante. Caído, ele conseguiu tocar por cima de Szczesny.

O terceiro gol alemão matou o que ainda restava de forças no Arsenal. Pressionados por se tratar da última chance de ainda conseguir honrar a temporada, os Gunners não conseguiram resistir. O Bayern ainda teve chance de ampliar, aos 44, com Mario Gomez, mas o atacante, que entrou no lugar de Mandzukic, isolou de frente para o gol de Szczesny.

O próximo round, com ares de jogo para cumprir tabela, será na segunda semana de março, na Allianz Arena, em Munique.

Relacionados