thumbnail Olá,
Ao Vivo

Liga dos Campeões da UEFA

  • 3 de outubro de 2012
  • • 15:45
  • • Amsterdam ArenA, Amsterdam
  • Árbitro: J. Eriksson
  • • Público total: 49491
1
TF
4

Ajax 1 x 4 Real Madrid: Show de Ronaldo carrega vitória merengue em Amsterdã

Ajax 1 x 4 Real Madrid: Show de Ronaldo carrega vitória merengue em Amsterdã

Getty Images

Na base de contra-ataques, a equipe espanhola dominou o confronto e venceu com facilidade. Kaká teve grande destaque na partida


Com um contra-ataque avassalador o Real Madrid não encontrou dificuldades para atropelar o Ajax e fazer 4 a 1, em partida disputada na tarde desta quarta-feira. Com grande atuação dos brasileiros Kaká e Marcelo, e três gols de Cristiano Ronaldo, o Real Madrid assumiu a liderança do Grupo D e deixou o Ajax na lanterna do mesmo. Foi a primeira vez que o português marcou três gols em uma única partida de Champions League.

Ataque Real (total)

O Real Madrid iniciou o jogo no melhor estilo José Mourinho, pressionando a saída de bola o Ajax e tentando sair em velocidade com quando retomava a posse de mesma. Jogando com alterações no meio-campo, Essien no lugar de Khedira e Kaká no lugar de Ozil, a equipe merengue era quem tomava a iniciativa do jogo. O Ajax não demonstrava sua principal característica de jogo,que é a de determinar o ritmo da partida com a troca de passes, principalmente pela falta de um primeiro volante com qualidade na saída de jogo. Logo o que se via era o Real Madrid controlando o jogo e rondando a área do Ajax, até conseguir criar sua primeira boa chance aos 14’, quando Kaká encontrou Ronaldo livre na área e o português bateu em cima de Vermeer.

Com o passar do tempo, o Real seguia marcando firme o Ajax, e criando oportunidades. Aos 16’ foi a vez do brasileiro parar no goleiro holandês, numa sequência de dois chutes. Com menos de 20 minutos, Vermeer já era o destaque do Ajax no jogo e o Real já merecia estar vencendo.

Mudança de postura

Prevendo uma derrocada, o Ajax resolve alterar sua postura dentro de campo, desacelerando a saída de bola e encurtando os passes. Com isso, a equipe holandesa diminuía o ímpeto merengue e seguir atacando. Com mais tranquilidade para sair com a bola, o Ajax aparecia pela primeira vez no campo de ataque. De Jong recebeu com liberdade e arriscou chute aos 27’. Aos 34’ foi a vez de Erikssen tentar o chute, mas mais uma vez bloqueado pela defesa.

Mesmo melhorando na partida, o Ajax ainda dava espaços para o Real Madrid. Aos 37’ Kaká encontrou Cristiano Ronaldo livre na área e o português cabeceou para outra boa defesa de Vermeer.

O infortúnio holandês

Quando o Ajax parecia no seu melhor momento no jogo, veio o castigo pelos minutos inciais. Em uma tentativa de pressionar a defesa adversária, o brasileiro Marcelo roubou uma bola na intermediária holandesa, passou para Alonso que lançou Benzema. O francês foi ao fundo pela esquerda e cruzou rasteiro, a bola desviou na zaga e se ofereceu limpa para Ronaldo que só empurrou para as redes, colocando o Real em vantagem no marcador.

Contra-ataque merengue

O segundo tempo se inicia com uma tentativa de pressão do Ajax. Só que depois de falta de ataque para os holandeses, Marcelo puxou contra-ataque mortal, lançou Kaká na direita. O brasileiro fez um cruzamento perfeito para Benzema que pegou um lindo voleio no meio da área, fazendo 2 a 0 para o Real Madrid.

Com um placar confortável, o Real encontrava mais espaços e quase aumentou o marcador no minuto seguinte com Cristiano Ronaldo.

O Ajax ressurge

Quando tudo parecia perdido, foi a vez do Real Madrid falhar e trazer o Ajax de volta para o jogo. Depois de contra-ataque bem armado pelos holandeses a bola saiu em escanteio. Na cobrança de Erikssen aos 56”, Moisander subiu sozinho na indecisão de Casillas e mandou para as redes.

Com o gol, o Ajax cresceu no jogo e encontrou espaços pelo lado esquerdo do seu ataque. Blind era quem melhor aparecia no jogo. A equipe holandesa agora era quem determinava o ritmo de jogo. Aos 67” foi a vez de Babel fazer jogada pela direita e cruzar na área. A bola passou por todo mundo e chegou para Hoesen, que sozinho, mandou por cima do gol de Casillas perdendo uma chance incrível de empatar o jogo.

Retorno ao estilo holandês

Aos 70” de jogo, o técnico De Boer promoveu a entrada de Sporkslede no lugar de Poulsen, melhorando a troca de passes da equipe e devolvendo ao Ajax a sua melhor característica de jogo. Com a mudança, o Ajax recuperou o controle do meio-campo e agora coloca o Real Madrid em desvantagem.

De novo

Quando o Ajax tinha o controle do jogo e acreditou que poderia empatar a partida, o contra-ataque merengue surgiu outra vez. Em duas jogadas muito rápidas, uma aos 79” e outra aos 81” Cristiano fez dois belos gols e matou o jogo. O português marca pela primeira vez em sua carreira, três gols em um único jogo de Champions League. Com o quarto gol, o Real Madrid só administrou o resultado até o apito final.

       

Relacionados