thumbnail Olá,
Ao Vivo

Liga dos Campeões da UEFA

  • 21 de novembro de 2012
  • • 17:45
  • • Amsterdam ArenA, Amsterdam
  • Árbitro: Pedro Proença
  • • Público total: 47500
1
TF
4

Ajax 1 x 4 Borussia: Com show de Götze, Borussia goleia em Amsterdã e está nas oitavas

Ajax 1 x 4 Borussia: Com show de Götze, Borussia goleia em Amsterdã e está nas oitavas

Getty

O time alemão, que marcou 3 vezes ainda no 1º tempo, passou pelos holandeses com gols de Reus, Lewandowski (2) e Götze - que participou de todos os gols. No fim, Hoesen descontou.

Em jogo válido pela penúltima rodada da fase de grupos, o lanterna Ajax recebeu o líder do grupo D Borussia e levou um passeio: 4 a 1. Com o resultado, os holandeses não tem mais chance de classificação, enquanto o time de Reus e Götze já está na fase final da competição. O próximo encontro do Borussia é contra o City, já eliminado, enquanto o Ajax pega o Real Madrid - já classificado.

Alemães passeiam na primeira etapa e marcam logo três vezes

Diante da necessidade de vitória para ainda sonhar com a classificação, esperava-se que o Ajax tivesse pouca cautela com o time alemão e buscasse o resultado, afinal, não havia outra alternativa faltando apenas dois jogos para o fim da fase de grupos. Entretanto, a tentativa não poderia ser mais frustrada.

O Borussia, contando com um primeiro tempo inspirado de Mario Götze, entrou em campo exibindo o futebol usual: sem preocupação com a posse de bola e abusando da velocidade nas jogadas ofensivas, tentando definir o mais rápido possível as jogadas.

O primeiro lance até arrancou lamentos da arquibancada holandesa. Com 3 minutos, Eriksen tentou cruzar da esquerda e a bola pegou muito efeito, quase enganando Weidenfeller, que voltou e deu um tapinha evitando o gol. A resposta alemã, no entanto, foi bem mais contundende e levou a torcida a lamentar bem mais profundamente.

Aos 8 minutos, após jogada trabalhada pela direita, Götze viu a passagem de Reus e tocou para o companheiro, que mandou entre as pernas de Vermeer para abrir o placar. Seria apenas a primeira participação decisiva de Mario Götze para um gol do Borussia.

Aos 13 e aos 22, dois erros do meia Eriksen que poderiam resultar em boas oportunidades para o Ajax. No primeiro, ele errou enfiada de bola buscando Buorrigter e proporcionou um contra-ataque que por muito pouco não deixa Lewandowski na cara do goleiro holandês; no segundo, o meia pegou uma sobra na entrada da área e tentou colocar, mas acabou mandando por cima.

Aos 29, Götze arrancou do campo de defesa mas no momento do passe final acabou pegando mal na bola, desperdiçando ótima chance. Mas a jovem revelação alemã aprende rápido: se o problema era o passe, não era mais. Aos 36, ele recebeu na ponta esquerda após cobrança rápida de falta e sem titubear mandou uma caneta em van Rhijn  e chutou no cantinho - um verdadeiro golaço.

E antes que o Ajax pudesse organizar a casa o time alemão marcou outro. Pareciam ser eles que necessitavam do resultado. Götze bateu de primeira bola que sobrou na entrada da área e Lewandowski contou com Vermeer, que bateu roupa, para marcar o terceiro de seu time aos 41 minutos.

Borussia diminui ritmo mas se mantém superior

A impressão para quem via de fora era de que nada mais havia mudado na segunda etapa a não ser os lados ocupados pelos times. Bem à frente tecnica e taticamente, o time visitante se mantinha tranquilo e assustando nos contra-ataques. Enquanto isso, o Ajax tentava imprimir ritmo ofensivo ao jogo, mas esbarrava principalmente nos erros de passe e na pouca criatividade.

Aos 5, Eriksen, ainda um dos mais lúcidos do time holandês, recebeu bola dentro da área mas tentou um toque de bico que parou facilmente nas mãos de Weidenfeller. Três minutos depois, Götze chegaria mais uma vez com muito perigo no ataque mas o meia acabou levando amarelo por simulação, na visão do árbitro.

A saída de Enoh e entrada de Hoesen no Ajax tinha como objetivo tornar o time mais ofensivo e até atingiu sua meta, porém nada que assustasse a segura defesa do Borussia. Ligeiramente acomodado desde a volta do intervalo, o time alemão pôs o pé no acelerador novamente aos 21 minutos. Novamente com Götze. E como não poderia ser diferente, mais uma vez marcou. Tabela pela ala esquerda e cruzamento do meia com perfeição para Lewandowski, que teve tempo de dominar e bater por baixo do goleiro Vermeer, assinando o quarto gol da partida.

Depois de um primeiro tempo abaixo da média, os donos da casa haviam retornado melhor, mas o gol foi uma nova ducha de água e esfriou os ânimos. Aos 24, Hoesen tentou encobrir Weidenfeller de cabeça e desperdiçou uma das poucas chances criadas pelo Ajax. Um minuto depois, o jovem Götze seria substituído por Blaszczykowski, já pensando na próxima fase.

Com 41 minutos passados e o jogo definido, os holandeses marcaram seu gol de honra com Hoesen. Ele aproveitou boa jogada e assistência de Eriksen e ainda contou com desvio de Subotic, mas o que vale é bola na rede: 4 a 1. Aos 42, Lukoki ainda levantou a torcida ao puxar contra-ataque com liberdade pela direita, aplicar uma meia-lua e passar por dois, mas a finalização foi em cima do goleiro, que segurou com firmeza.

O fim de jogo conferiu ainda mais moral ao time de Dortmund, que se classifica antecipadamente com goleada fora de casa e ainda lidera o temido "grupo da morte".

Relacionados