Goal.com - Home

thumbnail Olá,
 
3 x 0
Disputada
junho 30, 2013 7:00 PM BRT
Estadio Jornalista Mário Filho (Maracanã) — Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Árbitro:‬ B. Kuipers‎
Público total:‬ 73531‎
 
2′ Fred
 
44′ Neymar
 
47′ Fred
 
Melhor em campo
Fred
Fred
Brasil
Neymar
Neymar
Brasil
O Pior em campo
Arbeloa
Arbeloa
Espanha
Piqué
Piqué
Espanha

Brasil 3 x 0 Espanha: Seleção massacra campeões mundiais e é campeã da Copa das Confederações

Com melhor atuação em anos, Brasil cala críticos e fica com a taça pela quarta vez na história

Por Matheus Harb

Brazil celebrating (Confederations Cup)
getty
O dia 30 de junho era, por si só, um dia histórico para o futebol brasileiro, que há onze anos levantava o quinto título mundial no Japão. Em 2013, a data ganha novo significado: a Seleção brasileira calou os críticos, fez 3 a 0 na temida Espanha e faturou a Copa das Confederações em pleno Maracanã, o quarto título de sua história. O artilheiro Fred comandou a goleada com dois gols, e Neymar, também de grande atuação, deixou o seu.

No Maraca, quem manda é a Seleção!

Mal o apito inicial havia soado, o Brasil abria o placar no Maracanã: após cruzamento de Hulk pelo lado direito, Arbeloa e Piqué se enrolaram e a bola sobrou para Fred empurrar para o gol de Casillas com dois minutos de partida. Com o apoio da torcida e disposição de sobra, a Seleção continuava capitalizando em cima de um adversário surpreendentemente nervoso: Oscar recebeu com espaço na entrada da área após erro da defesa e mandou rente ao pé da trave esquerda.

Com dez minutos de partida, a Fúria já conseguia se encontrar no jogo, avançando a marcação e tentando abrir espaços no toque de bola. Mas ainda encontrava um adversário muito determinado, que aplicava uma marcação forte e não admitia dar moleza. Paulinho roubou a bola na entrada da área e quase surpreendeu Casillas aos 12 minutos, e Neymar sofreu falta forte em tentativa de contragolpe que fez com que o clima de disputa se estabelecesse de vez no Maraca.

Depois de tanto tocar a bola, a Espanha resolveu arriscar: Iniesta chutou de longe aos 19 minutos e fez Julio César trabalhar. O Brasil, por sua vez, seguia saindo rápido para os contragolpes e seguidamente pegava desprevinida a linha defensiva dos espanhóis: Fred finalizou com condições aos 24 e, especialmente, aos 31, recebendo passe açucarado de Neymar que parou na ótima saída de Casillas.

A partida continuou aberta até os 40 minutos, quando a Espanha teve sua melhor chance de igualar o marcador, quando Mata recebeu bola esticada de Torres e inverteu para Pedro, que entrou livre nas costas da defesa e tocou na saída de Julio César. A bola já ia chegando na linha quando David Luiz surgiu em alta velocidade para cortar em cima da linha. Mas poderia ficar melhor, e ficou. Neymar recebeu ótimo passe de Oscar em mais um ataque veloz e soltou a bomba de canhota, vencendo o goleiro rojo e ampliando o escore para 2 a 0.



Vai rolar a festa

Se o primeiro tempo terminou com sorrisos, o segundo não começou diferente: Fred recebeu bom passe de Hulk no canto esquerdo da área e bateu colocado, de primeira, mandando no cantinho de Casillas e fazendo o terceiro, logo motivando gritos de 'Olé' e 'O campeão voltou pela empolgada torcida que assistia ao espetáculo brasileiro no Rio.

O momento superior da Seleção de Luiz Felipe Scolari ainda foi quase ofuscado aos nove minutos, quando Marcelo cometeu pênalti em Jesus Navas. Sergio Ramos se apresentou para cobrar, disposto a apagar a imagem do erro na semifinal da Champions League do ano passado... e errou. Chute forte, ao lado esquerdo do gol de Julio César. A festa ia ficando ainda maior. Hulk quase fez por cobertura aos treze minutos.

Mesmo com o tempo passando, a Espanha seguia insistindo no mesmo jogo de toques de bola. Até que Piqué foi expulso por parar arrancada de Neymar na entrada da área. Só aí a equipe veio para cima: Pedro chutou dentro da área aos 35 e Julio César fez a primeira grande defesa do jogo, minutos antes de Jô ganhar de Azpilicueta, arrancar e chutar em cima de Casillas. A quatro minutos do fim, mais uma grande intervenção do arqueiro brasileiro, em chute de David Villa.

Ao apito final, a certeza de que anos nebulosos foram deixados para trás, e a promessa de que o maior campeão de Copas do Mundo tem tudo para repetir a festa em um ano, neste mesmo Maracanã.


Brasil

30
Julio César
Goleiro
3.00
22
Daniel Alves
Defensor
3.00
4
Thiago Silva
Defensor
3.50
4
David Luiz
Defensor
4.00
12
Marcelo
Defensor
4.00
11
Oscar
Meio-campista
44′
2.50
22
Luiz Gustavo
Meio-campista
3.00
8
Paulinho
Meio-campista
88′
3.50
-
Fred
Atacante
2′ 47′ 80′
4.50
11
Neymar
Atacante
44′
4.50
29
Hulk
Atacante
47′ 73′
2.50

Espanha

2.00
1
1.50
3
Piqué
Defensor
68′
1.00
4
1.00
17
Arbeloa
Defensor
15′ 46′
2.00
18
Jordi Alba
Defensor
3.50
8
2.00
6
Xavi
Meio-campista
2.00
16
Busquets
Meio-campista
1.00
9
2.00
7
Pedro
Atacante
1.50
8
Juan Mata
Atacante
52′

Reservas

1
Jefferson
Goleiro
 - 
1
 - 
4
Dante
Defensor
 - 
3
Filipe Luis
Defensor
 - 
4
Réver
Defensor
 - 
-
Fernando
Meio-campista
 - 
-
Lucas
Meio-campista
 - 
-
Hernanes
Meio-campista
88′
 - 
-
Jean
Meio-campista
 - 
-
Bernard
Meio-campista
 - 
20
Jadson
Meio-campista
73′
3.00
7

Atacante
80′
3.00

Reservas

 - 
1
 - 
25
Pepe Reina
Goleiro
 - 
33
1.50
28
 - 
17
Monreal
Defensor
 - 
8
Javi Martínez
Meio-campista
 - 
4
Cesc Fàbregas
Meio-campista
 - 
19
Santi Cazorla
Meio-campista
 - 
21
David Silva
Meio-campista
3.00
15
2.00
9
David Villa
Atacante
59′
 - 
9

Técnico/Treinador

-
3.00

Técnico/Treinador

2.50
-
 
  • Gol
  • Gol Contra
  • Pênalti
  • Pênalti desperdiçado
  • Cartão Amarelo
  • Assistência
  • Pênalti defendido
  • Pênalti convertido
  • Pênalti desperdiçado
  • Cartão Amarelo / Cartão Vermelho
  • Cartão Vermelho
  • Entra
  • Sai
  • Lesão
  • Nota do Goal.com
  • Melhor em Campo para o Goal.com
  • Pior em Campo para o Goal.com
  • Ranking Melhores & Piores
  • Melhor em Campo para os Fãs
  • Pior em Campo para os Fãs
Resultados
Disputa do Terceiro Lugar
Vezes em BRT
 
Artilheiros
Jogador   Gols Pênaltis
Fernando Torres Fernando Torres
Atacante
Chelsea
5 0
Fred Fred
Atacante
Fluminense
5 0
Abel Hernández Abel Hernández
Atacante
Palermo
4 1
Neymar Neymar
Atacante
Barcelona
4 0
Javier Hernández Javier Hernández
Atacante
Manchester United
3 1