Goal.com - Home

thumbnail Olá,
 
Disputada
janeiro 26, 2013 10:45 AM BRST
Britannia Stadium — Stoke-on-Trent, Staffordshire
Árbitro:‬ H. Webb‎
Público total:‬ 19814‎
 
 
Melhor em campo
David Silva
David Silva
Manchester City
Pablo Zabaleta
Pablo Zabaleta
Manchester City
O Pior em campo
Ryan Shotton
Ryan Shotton
Stoke City
Carlos Tévez
Carlos Tévez
Manchester City

Stoke City 0 x 1 Manchester City: Citizens sofrem, mas garantem classificação no final

Zabaleta marcou o gol da vitória e foi o heroi do jogo. Destaque para a boa participação de Tevez no duelo

FA Cup - Stoke City vs Manchester City, Carlos Tevez & Ryan Shawcross
Getty
Por Yuri Gonçalves


Neste sábado, o Manchester City venceu o Stoke City fora de casa por 1 a 0 e se classificou para a próxima fase da Copa da Inglaterra (FA CUP). O gol da vitória foi marcado pelo argentino Zabaleta aos 40 minutos do segundo tempo.

Jogo movimentado, mas sem gols


Stoke e Manchester City reeditaram a final da FA Cup da temporada 2010/11. Naquela ocasião, os Citizens ficaram com o título. Desta vez, as equipes se enfrentaram na 4ª fase da atual edição e os donos da casa queriam uma revanche.

O primeiro tempo foi movimentado, porém os times pecaram nas finalizações. Com superior qualidade, o Manchester City chegou mais vezes ao gol, destaque para a boa participação do trio Tevez/Silva/Kolarov no ataque. As principais jogadas sairam pelo lado esquerdo ofensivo do time de Mancini.

Aos sete minutos, o argentino testou a primeira, mas a bola caiu nas mãos de Sorensen. Depois foi a chance de Kolarov em cobrança de falta, aos 16. Porém quem mais ofereceu perigo foi David Silva. Aos 20 minutos, o espanhol assustou e mandou na trave.

Enquanto o Stoke insistia em lançamentos aéreos sem sucesso. A melhor jogada dos anfitriões foi com Shawcross após aproveitar bola na área e mandar ao gol, entretanto a arbitragem anula alegando impedimento do jogador, aos 28 minutos.

No fim do primeiro tempo, o zagueiro Kompany foi substituido por contusão e o City o substituiu por Clichy. Assim, a etapa terminou com o placar de 0 a 0.

Partida monótona no segundo tempo

O segundo tempo foi mais fraco que a etapa inicial, pois os Citizens tiveram bastante dificuldade para armar as jogadas e finalizar ao gol de Sorensen.

Tevez e David Silva tentaram buscar o jogo, mas sem muito objetivo, enquanto o Stoke esperava por uma bola apenas para decidir o confronto.

A partida melhorou apenas quando Kun Aguero entrou no lugar de Kolarov. O argentino deu mais opção de ataque aos visitantes que ameaçaram com ímpeto. Aos 38 minutos, o genro de Maradona recebeu bola na área, limpou bonito o zagueiro e chutou, mas a bola foi desviada por Shawcross.

Por outro lado, o Stoke tinha a estratégia mas não o jogador adequado para executa-la. Vendo isso, o técnico Tony Pulis colocou o grandalhão Peter Crouch no lugar de Jones e o perigo aumentou para a zaga de Manchester.

Na primeira bola com ele, o atacante inglês subiu mais que todos e cabeceou, entretanto por cima da meta de Pantilimon, perto dos 40 minutos.

Zabaleta é o nome dele!

O jogo ganhou mais emoção já que o empate não servia para ninguém, pelo contrário, provocaria o "replay" e as duas equipes teriam que gastar mais um dia no calendário para jogar.

Na base do abafa, o City teve ajuda do acaso e resolveu a parada. Aos 40 minutos do segundo tempo, Kun Aguero entra na área e faz o passe para Dzeko que tenta o domínio mas sem sucesso. Porém, a bola sobrou livre para Zabaleta na direita encher o pé e classificar o Manchester City à próxima fase da Copa da Inglaterra.

Festa para os atuais campeões da Premier League, tristeza aos torcedores da casa que ainda tinham esperanças de que empatariam no fim, mas as bolas na área para Crouch não deram resultado e desta vez, o Stoke ficou pelo meio do caminho na competição.




Stoke City

29
3.00
28
Andy Wilkinson
Defensor
73′
3.00
4
Robert Huth
Defensor
3.00
17
Ryan Shawcross
Defensor
3.00
30
Ryan Shotton
Defensor
54′
2.00
6
Glenn Whelan
Meio-campista
2.00
26
Matthew Etherington
Meio-campista
3.00
21
Michael Kightly
Meio-campista
67′
2.50
15
Steven N'Zonzi
Meio-campista
3.00
19
3.00
9
Kenwyne Jones
Atacante
73′
3.00

Manchester City

3.00
30
3.00
13
3.00
6
3.00
5
3.00
4
4.00
21
David Silva
Meio-campista
3.00
18
Gareth Barry
Meio-campista
3.00
7
James Milner
Meio-campista
78′
3.50
14
Javi García
Meio-campista
3.00
10
3.00
10
Edin Dzeko
Atacante
87′

Reservas

20
Carlo Nash
Goleiro
 - 
20
 - 
16
Charlie Adam
Meio-campista
 - 
18
Dean Whitehead
Meio-campista
73′
3.00
30
3.00
10
 - 
25
2.50

Reservas

 - 
1
Joe Hart
Goleiro
3.00
22
Gael Clichy
Defensor
40′
 - 
44
Karim Rekik
Defensor
 - 
17
Jack Rodwell
Meio-campista
86′
 - 
64
Marcos Lopes
Meio-campista
2.50
16
 - 
21
Scott Sinclair
Meio-campista

Técnico/Treinador

-
Tony Pulis
Técnico
 - 

Técnico/Treinador

 - 
-
 
  • Gol
  • Gol Contra
  • Pênalti
  • Pênalti desperdiçado
  • Cartão Amarelo
  • Assistência
  • Pênalti defendido
  • Pênalti convertido
  • Pênalti desperdiçado
  • Cartão Amarelo / Cartão Vermelho
  • Cartão Vermelho
  • Entra
  • Sai
  • Lesão
  • Nota do Goal.com
  • Melhor em Campo para o Goal.com
  • Pior em Campo para o Goal.com
  • Ranking Melhores & Piores
  • Melhor em Campo para os Fãs
  • Pior em Campo para os Fãs
Resultados
First Round Matches
Vezes em BRST
 
Artilheiros
Jogador   Gols Pênaltis
Britt Assombalonga Britt Assombalonga
Meio-campista
Peterborough United
5 1
Joe Garner Joe Garner
Atacante
Preston North End
5 0
Sam Clucas Sam Clucas
Meio-campista
Mansfield Town
5 0
Chris Porter Chris Porter
Atacante
Sheffield United
4 2
Reuben Reid Reuben Reid
Atacante
Plymouth
4 1