Goal.com - Home

thumbnail Olá,

A Lista dos Mais Ricos Goal.com 2013: Regras do Jogo

Os Mais Ricos
Esta lista compreende um index da fortuna de jogadores de futebol profissionais atuais e ainda na ativa, medidas de acordo com a sua fortuna identificável. Os qualificados para fazer parte da lista incluem ateltas profissionais de todas as nacionalistas e ligas profissionais através do mundo registrados na Fifa - ou jogadores registrados e atualmente sem clube, mas que estão ativamente à procura de um novo contrato.

Tentamos medir apenas os bens identificáveis, incluindo salários, contratos, bonificações, acordos de apoio financeiro ou patrocínio, propriedades e outros negócios.

Não temos nenhum acesso às contas bancárias dos atletas e não estamos tentando ferir a privacidade de nenhum deles de forma alguma. Como resultado disso, todo dinheiro mantido em contas privadas não foi considerado para estas pesquisas, o que significa que a fortuna real pode variar ligeiramente das figuras apresentadas aqui.

Outros negócios podem incluir ações em companheiras cotadas declaradas até o dia 31 de dezembro de 2012. É muito mais difícil avaliar ações em empresas privadas. Tentamos, como regra geral, basear as avaliações no preço/taxa de ganho dominantes para o setor ou em uma companhoa cotada equivalente. Negócios sob o nome de esposas ou outros familiares não podem ser considerados sempre, mas, onde foi possível, também foram levados em conta.


Não nos baseamos em rumores ou outros boatos para a formação desta lista. A maior parte das informações sobre jogadores foram retiradas de fontes públicas, como contas em empresas registradas na Companies House ou outras equivalentes internacionais.

Também utilizamos a competência de fontes respeitáveis como a France Football, Forbes, Financial Times, Four Four Two, The Times, the Mail on Sunday, sportingintelligence.com, SportsPro Media, Transfermarket e Deloitte. Também conversamos e utilizamos o conhecimento de vários agentes de jogadores, experts em marketing e fontes internas dos clubes.

Somente utilizamos informações particulares a respeito dos jogadores quando as mesmas foram divulgadas em revistas, jornais ou trabalhos de referência produzidos por fontes respeitáveis dentro do futebol ou de indústrias relacionadas, mas as informações retiradas dos jogadores não pode ser sempre confirmada com certeza absoluta.

Onde valores tiveram de ser convertidos, utilizamos avaliações para conversão de 31 de dezembro de 2012 e não incluíamos aspectos financeiros de nenhuma negociação que o jogador tenha feito depois desta data.

Aplicamos as taxas de impostos nacionais desta forma:

Inglaterra

  1. Impostos de 50%, caindo para 45% em abril.

Espanha

  1.  Impostos de 45%, mas uma taxa complementar de até 7% passou a ser cobrada a partir de janeiro de 2012, o que efetivamente quer dizer que jogadores (ganhando acima de 300 mil euros por ano) podem pagar até 52% de impostos.

França

  1. Jogadores podem pagar até 45% em impostos - taxas de 75% para jogadores que recebam mais de 1 milhão de euros por ano.

Alemanha

  1. Jogadores pagam até 45% em impostos.

Itália

  1. Impostos de 43% para jogadores.

Brasil

  1. Impostos de 27.5% para altos salários.

Argentina

  1. Impostos de 35%.

Qatar

  1. O Qatar não cobra impostos para jogadores.

Rússia

  1. A taxa de impostos para altos salários é baixa, de 13%.

China

  1. Impostos de 45% para jogadores.

 

É importante notar que os maiores salários do futebol na Europa ocidental tipicamente pagam menos de 30% em impostos graças a algumas medidas para evitar as taxas, como doações para caridade.


As taxas de impostos para altos salários variam através da Europa. Por exemplo, existem muitos relatos sobre os impostos de 75% na França e o impacto dos mesmos nos salários dos jogadores. Entretanto, o real problema é que para jogadores estrangeiros, eles oferecem taxas equalizadas - para que as taxações que sejam maiores do que as cobradas no exterior sejam pagas pelo clube. Então quando se lê 100 mil euros semanais em salários, isso é muitas vezes o valor líquido recebido pelo atleta.

Também é importante notar que muitos jogadores abrem empresas para receber por direitos de imagem e outras formas de apoio financeiro, para, desta forma eliminar parte dos impostos.

Valores de transferências - pagamentos aos jogadores

No que tange os pagamentos devidos a jogadores depois de uma transferência, trabalhamos com a premissa de que jovens atletas podem receber em média de 10 a 15% de qualquer lucro obtido pelo clube com a sua venda.

No Reino Unido, muito poucos atletas ficam sem receber uma porcentagem do valor da sua venda, ainda que este valor seja negociado entre clube e jogador caso a caso. Na Espanha, Holanda e em outros países europeus, estas taxas são mais comuns e tradicionalmente ficam próximas de 15% do valor recebido quando o jogador troca de clube.

Infelizmente em muitos casos de atletas que chegam à Europa vindos da América do Sul, os mesmos são explorados por empresários e agentes e acabam não recebendo a porcentagem a que tem direito.

Jogadores baseados no Reino Unido podem receber quantias generosas através de luvas. Se um jogador tem quatro anos de contrato com luvas de 250 mil libras ao ano, ele recebem imediatamente o total de 1 milhão de libras ao qual teria direito no clube anterior, além de outras quantas, do seu novo clube. Clube e jogador também podem negociar estes valores, particularmente em casos onde o clube está feliz em se desfazer do atleta.


Bonificações

Os valores de bonificação citados na lista são bônus básicos por sucesso alcançado, mas não incluem luvas, direitos de imagem ou pagamentos por lealdade, a não ser que isto seja especificado.


Inside Goal.Com
  1. Galeria: A carreira de Andrea Pirlo em 50 imagens Galeria: A carreira de Andrea Pirlo em 50 imagens

    Confira os principais momentos do craque italiano, que jogará na Major League Soccer

  2. As contratações mais caras da história do Barcelona As contratações mais caras da história do Barcelona

    Apresentamos o Top 10 das contratações mais caras da história do clube catalão até hoje

  3. Bechler: Brasil x Europa Bechler: Brasil x Europa

    OPINIÃO: : O colunista Marcelo Bechler compara os preparativos das pré-temporadas de equipes europeias com as brasileiras

  4. Dez jogadores que merecem uma chance na Argentina Dez jogadores que merecem uma chance na Argentina

    Depois da Copa América, Goal analisa os jogadores, que podem receber uma oportunidade com Tata Martino