Os "inúmeros" desafios do novo vice-presidente de futebol do Flamengo

Novo mandatário da pasta precisa correr contra o tempo para que 2018 não seja mais um erro
Mais artigos abaixo

O novo vice-presidente de futebol do Flamengo, Ricardo Lomba, mal chegou ao departamento e já terá uma série de coisas importantes a fazer. A primeira delas é conversar com os profissionais, conhecer e analisar exatamente tudo o que está acontecendo para aí sim começar a tomar decisões. Com praticamente toda a temporada perdida, o Rubro-Negro precisa planejar de forma minusiosa o ano de 2018.

A grande frustração deste ano não será apagada nem mesmo caso o Flamengo conquiste a Copa Sul-Americana, o que Lomba deixou bem claro que acredita ser possível. O novo mandatário da pasta precisa correr para pensar na próxima temporada. E grande decisão de olho em 2018 é a respeito de Rodrigo Caetano.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

O diretor de futebol é bem prestigiado no meio, mas desde que chegou ao clube não conseguiu faturar um título mesmo tendo uma das maiores receitas e investimentos a seu favor. Internamente, dentro os conselheiros e forças políticas, seu trabalho vem sendo bastante questionado e precisará passar por uma avaliação.

Se Rodrigo Caetano está na roda, a situação de Mozer não está muito diferente. Gerente de futebol, o ídolo do clube é muito blindado e pouco se sabe de fato sobre as suas atividades no Ninho do Urubu. É outra peça que pode deixar o Flamengo ou mudar de área na próxima temporada e isso vai precisar passar pela caneta de Lomba, ao menos na teoria.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Por fim, depois de definir essas duas situações importantes, Lomba terá que avaliar junto ao treinador e os demais profissionais o elenco para 2018. Alguns nomes como Rômulo e Conca, trazidos como grandes contratações ainda não corresponderam, ao primeiro não faltou chances, ao segundo, a recuperação não foi o que se esperava e sua contratação virou de fato um mico.

Os casos de atletas perseguidos pela torcida como Alex Muralha, Gabriel, Rafael Vaz e Márcio Araújo também precisam ser analisados e cuidados de perto pelo novo vice-presidente, afinal, é isso que o torcedor espera. Apesar disso, a avaliação do mandatário tem que passar pela esfera profissional e não emocional.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Preparação de goleiros, analise de desempenho e psicologia, setores muito questionados ultimamente também se tornaram mais um "problema" para Ricardo Lomba resolver. Caso não consiga dar uma resposta imediata, Bandeira seguirá na roda e muito criticado pelo torcedor.


VEJA TAMBÉM: