#EntregaBrasil: Torcida faz campanha por derrota contra o Chile, mas Brasil de Tite vai com tudo para o último jogo

Campanha nas redes sociais pedem para o Brasil entregar o jogo para o Chile e prejudicar a Argentina, mas Tite já deu recado aos jogadores
Mais artigos abaixo

O empate sem gols entre Argentina e Peru em Buenos Aires na última quinta-feira (05), deixou a seleção de Jorge Sampaoli em uma situação dramática e delicada nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Em sexto lugar na tabela de classificação com 25 pontos, a Albiceleste precisa vencer o Equador em Quito na próxima terça-feira e torcer por um tropeço de um de seus adversários para garantir a classificação direta para o Mundial. 

Com Chile, Peru e Colômbia a sua frente e Brasil e Uruguai classificados (a Celeste ao menos garantiu sua vaga na repescagem), a Argentina precisará torcer por um tropeço da La Roja diante da Seleção Canarinho, sua eterna rival, para entrar no G4 já que Colômbia e Peru se enfrentam em um duelo direto.  

Por isso, nesta sexta-feira, os torcedores brasileiros começaram uma campanha nas redes sociais para o Brasil entregar o jogo para o Chile no Allianz Parque, deixando a Argentina sem chances de ir direto para o Mundial, precisando passar pela repescagem (caso vença o Equador na altitude). Com a #EntregaBrasil, os torcedores brincaram com a situação delicada do rival, pedindo para que os jogadores da Seleção Canarinho dificultassem o caminho da Albiceleste. 

Crédito: Pedro Martins / MoWa Press

Com poucos jogos para a Copa do Mundo de 2018, sendo o jogo contra o Chile o último oficial antes do início da competição na Rússia, o Brasil comandado por Tite já deixou claro que a chance de entregar a partida em casa para o Chile e entrar na onda da brincadeira do torcedor é zero.  

Desde que chegou na Seleção, Tite vem mostrando nas suas coletivas a seriedade do trabalho que ele e sua comissão técnica vem fazendo. O profissionalismo trazido pelo comandante é de alto nível e as brincadeiras como estas feitas pelos torcedores estão fora de cogitação para um treinador que pretende escrever o seu nome na história do futebol brasileiro, deixando qualquer tipo de 'falcatrua' de lado por mera rivalidade. 

Quanto aos jogadores da Seleção, vale destacar que Tite confirmou nesta semana que o elenco para a Copa do Mundo não está fechado. Além disso, o treinador revelou que observa ao menos 50 nomes e com nove meses pela frente até o Mundial da Rússia muitas coisas podem acontecer. Por isso, também deixou um recado para os convocados para estes últimos dois duelos das Eliminatórias: "Joguem muito, e cabe a mim e a comissão decidir". 

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação

Com a concorrência alta por uma vaga na Seleção, as oportunidades que Alex Sandro e Ederson terão como titulares contra o Chile serão únicas. Além disso, outros nomes como Arthur, Diego Tardelli, Danilo, Jorge e Fred poderão ganhar uma oportunidade única e sabem que devem jogar o jogo de suas vidas se quiserem ter mais oportunidades. 

Por isso, caso o Chile vença a Seleção Brasileira e termine com a invencibilidade de Tite nas Eliminatórias, deverá ser por mérito próprio da La Roja que terá que fazer o seu jogo da vida para não correr risco de ficar de fora da Copa da Rússia.  


VEJA TAMBÉM: